quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Baumann do meu coração

"Se levarmos em conta que amar outra pessoa não é amar o que projetamos nela e sim a sua humanidade e singularidades, não será difícil compreender que o amor é um desafio nos tempos de modernidade líquida."