quinta-feira, 24 de maio de 2018

por Maurício Angelo

Via Dary
O momento não é de chacota, de vingança, de dedo no olho e eu avisei. O momento não é de pisar no pescoço do seu amigo paneleiro e liberal de quermesse pra tripudiar da sua desgraça. O momento não é de lembrar que o - cof cof - "livre mercado" é esse bichinho de apertar que está sempre faminto e babando e não pode andar por aí sem coleira e focinheira. Não. O momento é grave. Até porque estamos todos fodidos e eu quero ver você rir quando acabar a Heinekenzinha gelada no boteco. R$ 5 na gasosa ta barato, enfia que cabe mais. O momento é gravíssimo, a CIA cansou do Temer e ta patrocinando locaute pra entregar o país pra milicada. Foi sempre assim, bobinho. Não vai faltar iorgurte grego, fica sussa. O momento não é para esse sentimento baixo de rancor, ressentimento, ódio e teorias da conspiração, não. Nananinanão. Mas se quiser pode.