quarta-feira, 25 de julho de 2018

Caiu a casa do MBL: a rede de Fake News dos Coxinhas

O Facebook anunciou agora há pouco <https://br.newsroom.fb.com/news/2018/07/garantindo-um-ambiente-autentico-e-seguro/> que tirou uma rede de 197 páginas e 86 perfis falsos que se dedicavam a desinformação. Fonte da Reuters <https://br.reuters.com/article/domesticNews/idBRKBN1KF1MI-OBRDN> esclarece que tal rede era ligada ao MBL. O MBL, em nota <https://www.facebook.com/mblivre/photos/a.204296283027856.1073741829.204223673035117/1036076429849833>, confirma que perdeu páginas. O tamanho da rede é realmente surpreendente. Em nosso monitoramento não encontramos mais do que vinte páginas do grupo em atividade que produziam em média 126 postagens por dia e somavam 150 milhões de interações só no ano passado (veja grafo com nosso mapeamento das mais relevantes). Essa desproporção entre o que estava em atividade e o que caiu agora nos sugere que o Facebook identificou a criação de uma rede de páginas novas que provavelmente seriam usadas no período eleitoral. Das que já estavam em atividade e eram relevantes, caíram a página do Jornalivre e do Diário Nacional. Como o Facebook não retira páginas que divulgam notícias falsas, mas apenas páginas administradas por perfis falsos, é provável que todas as páginas tinham sido criadas com contas falsas. Um dos perfis que supostamente administrava a página do Jornalivre também caiu, o que sugere que era falsa.