quinta-feira, 19 de julho de 2018

Ditadura Nunca Mais

A Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) condenou o Estado brasileiro pela falta de investigação, julgamento e punição aos responsáveis pelo assassinato do jornalista Vladimir Herzog, ocorrido em 1975. Violação ao direito à verdade, em prejuízo da família Herzog e da nação brasileira.