quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Após oito meses, assassinato de Marielle permanece sem solução. — Foto: Renan Olaz/Câmara do Rio