segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Via Ju Biancato

Ainda que  tudo passasse, seria preciso um programa do tipo "mais psicanalistas" para tratar a classe média  que odeia o Lula. É  incrível, o assunto pode ser a corrupção  de qualquer  político de direita ou extrema-direita, que eles se lembram do Lula, regozijam-se diariamente com sua prisão, sonham com seu sofrimento, descrevem a última vez que viram seu rosto.  Uma espécie  de gozo de quem tanto amou. Talvez  devessem oferecer-se para uma visita íntima  ao Lula - não  que ele fosse aceitar - mas é  mesmo interessante do ponto de vista individual esse amor tão  mal resolvido, essa obsessão  quase sexual  em que Lula, para o bem e para o mal, é  o eterno foco dessas pessoas. É  como se elas quisessem  entrar numa  salinha de apetrechos  de couro dizendo: Te quero.

(Adriane Garcia)

#temquetratargente
#LulaLivre
#disfarçaessetesão
#acarapuçaélivre